Blog

Inspiração, boas notícias e cooperativismo

Sucessão familiar: resultado da participação dos jovens na propriedade
23/03/2017

Sucessão familiar: resultado da participação dos jovens na propriedade

Vilson Paulo Von Fruhauf cresceu na propriedade rural da família, na localidade de Invernadinha, interior de Não-Me-Toque, no norte do Rio Grande do Sul. Ele é um exemplo de sucessão familiar, por ter prosseguido as atividades dos pais no cultivo de grãos como soja, trigo, milho e canola, além da criação de gado de corte.

Para ele, a sucessão familiar ocorre a partir do momento em que a família oportuniza aos filhos a efetiva participação na sugestão de opiniões e também nos resultados. “Atualmente, a grande maioria dos jovens não quer assumir responsabilidades. Por isso, me considero uma pessoa privilegiada por ter assumido esse desafio e, principalmente, porque a minha sucessão também está garantida por parte de meus filhos”, contou Vilson.

Associado do Sicredi, Vilson diz que conta com a instituição financeira cooperativa desde o tempo dos pais. “No Sicredi, nos sentimos sempre em casa. Lá encontramos segurança para realizar nossos negócios, além de amizade. Em nossa propriedade, temos o apoio da cooperativa”, acrescentou.

A propriedade rural já teve apoio do Sicredi em diversos momentos, como o financiamento do galpão e da automotriz, além de custeios, seguros, rotativo e investimentos de solo.

Os pais de Vilson – Erico Paulo Von Fruhauf e Nair Neuls –, receberam a ajuda do filho na lavoura desde quando ele era adolescente. Em 2013, Vilson perdeu o pai e, três anos mais tarde, a mãe faleceu. Ele e a irmã Márcia Von Fruhauf Schons dividiram a propriedade e deram seguimento ao trabalho dos pais.

Com três filhos, Vilson conta atualmente com a ajuda de uma das filhas e do genro na propriedade. “Sempre tive vontade de dar continuidade ao trabalho que meus pais conduziram e me sinto muito feliz por saber que meus filhos também acreditam no campo ”, encerrou.

Telefones
Capitais e regiões metropolitanas
3003 4770
Demais regiões
0800 724 4770
SAC
Informações, elogios e reclamações
0800 724 4770
Deficientes auditivos ou de fala
0800 724 0525
Ouvidoria
Ligue
0800 646 2519