Imprensa

Confira nosso material

Sicredi cresce no mercado de consórcio e financiamento para tecnologias de energias limpas
12/03/2018

Sicredi cresce no mercado de consórcio e financiamento para tecnologias de energias limpas

Instituição financeira cooperativa consolida soluções para preservar o meio ambiente e gerar redução de custos

Márcio Port

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 3,7 milhões de associados e presente em 21 estados brasileiros – apresentou na 19ª Expodireto os números consolidados das operações que oferece aos associados com o objetivo de contribuir para a preservação do meio ambiente e gerar economia de recursos. “Ao desenvolver a visão de sustentabilidade em todas as frentes, do manejo nas propriedades rurais, passando pela produção na indústria até a comercialização, independente do tamanho do negócio, estamos sendo coerentes com a missão do Sicredi”, afirma Márcio Port, vice-presidente da Central Sicredi Sul-Sudeste.

O Consórcio Sustentável do Sicredi permite planejar a aquisição de painéis solares, geradores eólicos e equipamentos de tratamento de água e esgoto, entre outras alternativas. Já o Financiamento para Energia Solar é uma linha de crédito específica para a aquisição de tecnologias que se beneficiem de energias solar para um determinado fim, como sistemas de aquecimento, painéis fotovoltaicos ou sistemas de concentração de energia solar.

CONSÓRCIO SUSTENTÁVEL

Lançado em julho de 2015, o Consórcio Sustentável do Sicredi conta hoje no País com 8 mil cotas de consórcios já comercializados com esses bens de referência, correspondente a R$ 311 milhões de crédito. Os prazos são de 60 até 120 meses e os créditos variam de R$ 7,5 mil até R$ 460 mil. Em 2017 foram comercializados mais de R$ 177 milhões na carteira de bens sustentáveis, o que representou um incremento de 35%, em comparação ao ano anterior. A previsão para 2018 é de um incremento de 20%, devendo superar em R$ 200 milhões.

Entre as cartas de consórcios contempladas, a energia solar tem se destacado como o principal item e responde por 80% da utilização dos créditos. Da carteira atual 81%, são de clientes pessoa física, dos quais 40% do segmento agro. Os estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso representam 72% do volume do comercializado. “Quando contemplado, o associado do Consórcio Sustentável do Sicredi pode utilizar sua carta de crédito para adquirir equipamentos ecoeficientes com prazo de pagamento de até 120 meses. Está é uma opção segura para o associado, pois não há pagamento de juros à instituição financeira”, salienta Port.

FINANCIAMENTO SUSTENTÁVEL

Em dezembro de 2015, o Sicredi lançou o Financiamento para Energia Solar. Desde então, a demanda foi ampliada de R$ 5 milhões, em 2016, para mais de R$ 30 milhões em 2017. Para contratar a linha de crédito, o associado deve apresentar o orçamento do empreendimento na sua agência, que avaliará, dentro da proposta de crédito responsável do Sicredi, a viabilidade do financiamento. E o crédito será concedido diretamente na conta corrente da empresa que irá executar o projeto.

A demanda pela linha de crédito concentrava-se em grande parte na região Sul, o que vem se modificando de forma progressiva devido ao crescente interesse de outras regiões. “Dos cerca de R$ 30 milhões de crédito, do ano passado, pelo menos 70% ficou com associados da região Sul, enquanto que, no ano anterior, isso representava quase 90%”, explica Márcio Port, vice-presidente da Central Sicredi Sul-Sudeste.

Para 2018, o Sicredi espera para este ano um crescimento acima de 20% em sua linha de crédito específica para energia solar. Por conta do crescente na demanda, o Sicredi ampliou o prazo de pagamento da operação para 10 anos, combinado com taxas de juros mais atrativas. “O novo prazo facilita os empreendimentos de projetos familiares dado que esses são os que mais sofrem pela pressão de viabilidade. Já os segmentos comercial, da indústria e rural não têm tanto essa necessidade e, até pelo porte dos projetos, conseguem se viabilizar de forma mais rápida”, acrescenta Port.

Taxas aplicadas

Na operação Financiamento o Sicredi atua com CDI mais 0,80%, ou 15% ao ano. “Essa é a taxa referencial do produto. Mas as cooperativas têm autonomia para praticar a taxa de acordo com o mercado de sua área de atuação, por isso há variações das taxas do Sicredi por regiões”, esclarece o dirigente.

Entre os segmentos de maior procura, os destaques são produtores rurais, comércio e a indústria, que apresentam projetos com maior amplitude que conseguem se viabilizar com mais facilidade. “O cenário é bastante positivo se considerarmos os aumentos das tarifas de energia”, reflete.

Telefones
Capitais e regiões metropolitanas
3003 4770
Demais regiões
0800 724 4770
SAC
Informações, elogios e reclamações
0800 724 4770
Deficientes auditivos ou de fala
0800 724 0525
Ouvidoria
Ligue
0800 646 2519